21 de mar de 2011

Tampas de válvulas


Devido a "agilidade" dos correios, finalmente as tampas chegaram, foram postadas no dia 24/02/2011. Só depois da reclamação que o troço andou, agradeço a paciência e a honestidade do vendedor.
Photobucket


PhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucket
PhotobucketPhotobucketPhotobucketPhotobucket
PhotobucketPhotobucket

Aos interessados, o link do usuário do Mercado Livre:
Mercado Livre

20 de mar de 2011

Sensor de temperatura, magueiras do respiro e buzina.


No fim acabei não indo pro encontro (citado em alguns posts atrás) por ter de reapertar os cabeçotes e ainda não estar confiável para fazer uma longa viagem, TALVEZ eu vá no de Portão/RS.

Pesquisando na net não consegui achar o local do sensor na Kombi injetada. Visitando uma oficina, tinha uma Kombi com o motor aberto, o local está circulada na foto. E o sensor não entra em contato com o óleo.


Como na Brasilia ficaria bem no prisioneiro do tubo de abastecimento, resolvi colocar na lateral. A vantagem, é que essa entrada facilita na hora de limpar os cavacos da furação.


A broca, o sensor (MTE 3005) e o macho M10x1,0.


Coloquei um chumaço de jornal na parte interna do bloco pra evitar que os cavacos voassem por dentro do bloco. E furei em 5 passos.



Cuidadosamente tirei o "grosso" dos cavacos. Pra tirar o resto, tive de tirar a peneira e deixei correr gasolina, deixando um dia sem a tampa pra evaporar.

Passei os fios pro sensor e para um futuro sensor de pressão de óleo, junto com o chicote principal.


Como não tinha onde passar o fio pro sensor, tive de fazer um furo na chapa, e uma borracha pra proteger.


Também troquei as mangueiras do respiro do cárter.


Como a buzina, que foi "recondicionada", estava com rebites "pop" e dois parafusos, troquei por parafusos.


No fim o marcador não está indicando a temperatura certa, pois vai só até os 60°C. Com um termômetro, indica 80°C. Vou ter de fazer um ajuste no indicador.

6 de mar de 2011

Placa, instrumentos, elétrica, ferramentas e carroceria.


Placa: Como ficou o suporte da placa, também recoloquei o santo antônio que vai na parte interna do pára choque.


Instrumentos: Vasculhando as sucatas daqui de casa, encontrei um termômetro de água. Fiz um teste ligando no sensor de um Gol CHT .../95, e este indicou 90° (após ligar a ventoinha), então o próximo passo é procurar o sensor de temperatura dos AP que possuem a mesma rosca do sensor da Kombi.
Como os instrumentos estavam surrados, poli a lente, lixei e pintei os aros em preto semi brilho. A iluminação também foi modificada.


Elétrica: Reorganizei os fios da caixa de fusíveis, melhorou um pouco os que ficavam aparecendo abaixo do painel.
Antes:

Depois:


Ferramentas: Estava montando a caixa de ferramentas, já estava desistindo de procurar por uma bolsa para guardar. Em casa, encontrei esta mala antiga, segundo minha mãe, da década de 70.


Carroceria: Terminado a parte elétrica, retirei o revestimento do túnel e da caixa de roda esquerda para lavar. Ao tirar o da caixa, me aparece um furo de uns 10mm. Cutucando pela parte externa, para tirar o piche, a chapa começou a se desmanchar.


Ainda tentando tirar o piche, a ponta da caixa tinha um pano encharcado no piche pra vedar o buraco. Acredito que seja um dos "enjambres" do meu irmão...